SUVISA

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

TIPOS DE ATENDIMENTO

Utilize a lista abaixo para encontrar os Locais de Atendimento.

PERGUNTAS FREQUENTES

Utilize a lista abaixo para encontrar uma resposta rápida.

Home | Doenças de Transmissão Vetorial |

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA


Malária 

Doença infecciosa febril aguda, causada por protozoários do gênero Plasmodium, transmitidos pelo mosquito do gênero Anopheles. No Brasil existem três espécies de Plasmodium que estão associados à malária em seres humanos: P. vivax, P. falciparum e P. maraliae. Entre os vetores do gênero Anopheles existem 400 espécies, das quais 60 ocorrem no país, entretanto três delas são responsáveis pela transmissão da doença no Brasil: darlingi, aquasalis, albitarsis, popularmente conhecidos por “carapanã”, “muriçoca”, “sovela”, “mosquito-prego” e “bicuda”. O homem é o único reservatório com importância epidemiológica para a doença, na medida em que apresenta elevada incidência na região amazônica e potencial de gravidade clínica, além de causar consideráveis perdas sociais e econômicas na população sob risco, principalmente aquela que vive em condições precárias de habitação e saneamento. 

Caso suspeito: 

1–Área endêmica – toda pessoa que apresente febre seja residente ou tenha se deslocado para área onde haja transmissão de malária, no período de 8 a 30 dias anterior à data dos primeiros sintomas; ou toda pessoa testada para malária durante investigação epidemiológica. 

2–Área não endêmica – toda pessoa que seja residente ou tenha se deslocado para área onde haja transmissão de malária, no período de 8 a 30 dias anterior à data dos primeiros sintomas, e que apresente febre acompanhada ou não dos seguintes sintomas: cefaleia, calafrio, sudorese, cansaço, mialgia; ou toda pessoa testada para malária durante investigação epidemiológica. 

Modo de transmissão: Através da picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium.


Malária: ciclo de vida do parasita
Malária: glóbulos vermelhos normais e contaminados
Vetor: Anopheles darlingi


  • Rede Interagencial de Informação em Saúde no Estado da Bahia – Ripsa/BA
SUVISA - Superitendência de Vigilância e Proteção da Saúde
Centro Administrativo da Bahia, 4ª Avenida, nº 400, Plataforma VI. lado B, 2º Andar
Salvador/Bahia CEP 41.745-000
Recomendamos Internet Explorer 7 ou superior e Mozilla Firefox 2.5 ou superior Resolução mínima 1024 X 768.
© Copyright 2010. Todos os Direitos Reservados