SUVISA

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

TIPOS DE ATENDIMENTO

Utilize a lista abaixo para encontrar os Locais de Atendimento.

PERGUNTAS FREQUENTES

Utilize a lista abaixo para encontrar uma resposta rápida.

Home | Doenças Crônicas não Transmissíveis |

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

Apresentação de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus 

Diante das variações demográfica, nutricional e epidemiológica ocorridas no século passado, o perfil de risco das doenças crônicas, como a Hipertensão Arterial e o Diabetes Melitus, assumiram ônus crescente e preocupante, constituindo sério problema de saúde pública.

O envelhecimento da população, a urbanização crescente, o sedentarismo, dietas pouco saudáveis e a obesidade são os grandes responsáveis pelo aumento da prevalência da Hipertensão e do Diabetes, que constituem a primeira causa de hospitalizações no sistema público de saúde. 

A Hipertensão Arterial é um problema crônico frequente, com alta prevalência e crescente com o aumento da faixa etária. É responsável por complicações cardiovasculares, encefálicas, coronarianas, renais e vasculares periféricas. Estima-se que 40% dos acidentes vasculares encefálicos e em torno de 25% dos infartos ocorridos em pacientes hipertensos poderiam ser evitados com terapia anti-hipertensiva adequada. 
O Diabetes Melitus apresenta-se hoje como uma epidemia mundial, configurando-se como um grande desafio para os sistemas de saúde de todo o mundo. 
As conseqüências do diabetes são devastadoras para o mundo: 4 milhões de mortes por ano são determinadas por essa doença e suas complicações, representando 9% do total de mortes. O grande impacto econômico do Diabetes ocorre notadamente nos serviços de saúde, como conseqüência dos elevados custos do tratamento e, sobretudo das complicações, como a doença cardiovascular, diálise por insuficiência renal crônica e as cirurgias para amputações de membros inferiores. 

As ações de saúde que devem ser implementadas para um efetivo controle desses agravos e de seus fatores de risco estão bem definidas, objetivando, sobretudo sua prevenção, diagnóstico e tratamento oportuno e de qualidade; o maior desafio é reproduzir esses conhecimentos técnico-científicos em ações concretas na rede de saúde e no âmbito populacional, para que beneficiem o maior número possível de pessoas.




  • Rede Interagencial de Informação em Saúde no Estado da Bahia – Ripsa/BA
SUVISA - Superitendência de Vigilância e Proteção da Saúde
Centro Administrativo da Bahia, 4ª Avenida, nº 400, Plataforma VI. lado B, 2º Andar
Salvador/Bahia CEP 41.745-000
Recomendamos Internet Explorer 7 ou superior e Mozilla Firefox 2.5 ou superior Resolução mínima 1024 X 768.
© Copyright 2010. Todos os Direitos Reservados